Comidas · Indiano · Manhattan · Restaurantes · Vegetariano

Guia de restaurantes Indianos em Nova York

Estar em Nova York é uma ótima oportunidade para conhecer verdadeiros restaurantes indianos. A lista abaixo foi excepcionalmente feita por uma indiana que mora na big apple e não abre mão das suas origens por meio da gastronomia.

Na maioria dos restaurantes, a culinária é típica do sul da índia, que é a região predominantemente vegetariana. 

1. Saravana Bhavan

📍Upper West Side: 413 Amsterdam Avenue (Between 79 and 80St), New York
📍Lexinton Avenue: 81, Lexington Avenue (at the corner of 26th Street), Manhattan, New York

Saravana Bhavan em Nova York

Estilo de comida caseira, vegetariana mais comum do sul da  Índia. Uma ótima opção para almoçar com preço justo. As autênticas dosas (parente do crepe) são muito boas, e vale a pena até se arriscar comer com as mãos, juntando montinhos dos recheios e envolvendo com pedaços de dosas. O tempero é mais suave e mais adocicado do que o tradicional, fruto da americanização, resulta num sabor mais amigável para todos.

2. Punjabi Grocery & Deli

📍114 E 1st St, New York, NY

Punjabi Grocery & Deli em Nova York

Olhando de fora, parece só mais uma lojinha de conveniência (onde se compra de tudo) dentro de um sótão, mas talvez fechando os olhos a sensação seja outra, o delicioso aroma de comida indiana vai enganar seus sentidos e te transportar para a India! O espaço é minusculo, não tem onde sentar e os preços muito baratos. A Samosa com grão de bico é generosa e deliciosa. 100% vegetariano.

3. Adyar Ananda Bhavan

📍Upper East Side: 1071 1st Avenue, New York

Adyar Ananda Bhavan em Nova York

Aqui também a gastronomia procede do sul da Índia e é vegetariana. As dosas têm um cantinho especial, muita variedade, são gigantes e bem frescas. A sugestão é o Masala Curry de castanha de caju, apimentado na medida certa, é uma explosão de sabores.

4. Ahimsa NYC

📍East Village: 265 East 10th street, New York
📍Greenwich Village: 210 Thompson St, New York

Ahimsa NYC

Com ambiente um pouco mais sofisticado do  que as opções anteriores, o Ahimsa também oferece o melhor do comfort food indiano vegetariano. Conta também com opções kosher e veganas. Nossa dica é o rodízio, assim dá para provar de tudo um pouco.

5. NY Dosas

NY Dosas no Washington Square Park

📍Washington Square Park: 50 Washington Square South, New York

O mais inusitado e famoso carrinho de comida indiana de Nova York, o NY Dosas na verdade é uma mistura de culinária do sul da índia e do Siri Lanka. Tudo 100% vegano e muito saboroso. O nome já diz muito, a dosa é memorável e vai sempre te fazer voltar. Para ter certeza que o carrinho vai abrir, fique de olho no instagram @nydosas ou ligue (917) 710-2092.


Restaurantes

Restaurantes abertos no Dia de Ação de Graças em 2018

Este ano, vasculhamos as festas de Ação de Graças da cidade para oferecer opções para sacudir suas tradições, estejam elas em um restaurante ou em uma cozinha familiar.  Depois de um feriado livre de dor de cabeça em um desses lugares, dê ao seu Dia de Ação de Graças todos os acompanhamentos com uma noite de bebidas em alguns dos melhores bares abertos no Dia de Ação de Graças ou nas melhores tortas de Nova York.


1. Manhatta

📍 Financial District

Como se o chef Danny Meyer já estivesse em um lugar de destaque suficiente, o mais recente empreendimento do restaurateur bem-sucedido está instalado no 60º andar de um prédio no Financial District, com vista para todo o sul de Manhattan e seus canais. O cardápio da sala de jantar é composto por três novos pratos clássicos americanos.

Preço: US$ 120
Experimente: Sunchoke e sopa de castanha com trufas negras


2. Eleven Madison Park

📍 Flatiron District

O chef Daniel Humm e o parceiro Will Guidara servem refeições New American elegantes e constantemente reinventadas nesta sala de jantar no  Flatiron District, super bem decorada que foi reaberta recentemente.

Preço: US$255 
Experimente: Peru assado com maçã caramelizada e recheio de castanha


3. The Breslin

📍 Flatiron

O gastropub do April Bloomfield é um templo para carnes, assados e terrinas indulgentemente ricos, por isso não é surpresa que seu cardápio de férias reflita sua grandeza.

Preço: US$95; US$55 para crianças
Experimente: Sopa de batata doce cristalizada


4. The Grill

📍 Midtown East

Major Food Group deslumbrou em seu remake do famoso Grill Room. Não é apenas a deferência para o interior histórico, embora as familiares paredes de vidro, persianas metálicas e o suporte de latão projetado por Richard Lippold sobre o bar devam pacificar a velha guarda preocupada. É também o menu do meio do século, inspirado no Delmonico’s e no 21 Club, onde o chef Carbone reconstrói clássicos continentais.

Preço: US$195
Experimente: A costela (prime rib) por US$ 79


5. The Pennsy

📍 Midtown West

Para quem trabalha nos escritórios de Midtown, e os foodies sabem que este espaço de 750 metros quadrados localizado acima da Penn Station têm muitas opções, inclusive para veganos, onívoros, pescatérios, sem glúten.

Preço: US$30
Experimente: Comida vegana e vegetariana e pratos tailandeses são a pedida.


6. Quality Eats

📍 West Village

Se parece uma churrascaria e anda como uma churrascaria e fala como uma churrascaria, é uma churrascaria? Por definição, a Quality Eats é uma churrascaria especializada em cortes carnudos de açougueiro, mas se deleita em subverter os totens clássicos do chophouse.

Preço: US$24 
Experimente: Peru em um pão caseiro de batata-doce com recheio de batata frita, salada de repolho, feijão verde, cranberry e mostarda de maçã.


7. The NoMad

📍 Flatiron

O recente retorno dos hotéis all-day começou com a reinvenção da forma nos hotéis Standard, Ace e Gramercy Park. Mas o NoMad, com seu rico bar de mogno e refeitórios envoltos em cortinas de veludo vermelho, é o nosso primeiro retorno verdadeiramente opulento.

Preço: US$165; UD$65 crianças menores de 12 anos
Experimente: Carne com crosta óssea com cercefi, pêra e zimbro


8. Root & Bone

📍 East Village

A australiana Janine Booth, do Top Chef, junta-se a Jeff McInnis (Yardbird, de Miami), para retomar as esperanças do Deep South.

Preço: US$75 adulto; US$45 crianças menores de 12 anos
Experimente: Peru frito


9. Holy Ground

📍 Tribeca

Depois de descer a escura escadaria com painéis de madeira, você surge em um espaço direto da década de 1920 – com exceção dos flappers. Os bancos se alinham no piso de ladrilhos em frente ao bar, onde os mixologistas que usam suspensórios sacodem as bebidas. A estética da churrascaria retrô culmina em uma banqueta de couro vermelho que divide as mesas de madeira escura das pinturas antigas e ecléticas, fotos e bordados nas paredes.

Preço: US$100
Experimente: Peru defumado com broa de milho


10. Red Rooster Harlem

📍 Harlem

No Harlem, o bistrô de Marcus Samuelsson, o soul food global ocupa o centro do palco, mesclando habilmente os sabores frito do sul, leste africano, escandinavo e francês. Enquanto o ex-chef Aquavit, agora estrela de TV culinária, pode sacrificar a elegância em favor do apelo de massa, você ainda encontrará a haute cuisine ocasional florescer.

Preço: US$55
Experimente: Pão de milho com manteiga de abóbora


11. Reynard

📍 Williamsburg

O Wythe pode parecer, para alguns, como o começo do fim para o bairro, com seu bar no terraço desenhando longas filas e seu restaurante no térreo embalado em peregrinos do outro lado do East River. E poderia ter sido, se não fosse pelo homem por trás daqueles estabelecimentos que comiam e bebiam. Esse restaurante, Reynard, é uma criação de Andrew Tarlow, um dono de restaurante tão responsável quanto qualquer um pelo ascendente culinário do Brooklyn.

Preço: US$95
Experimente: Couve-flor assada na madeira com truta defumada, creme de couve-flor e pão ralado


12. Oceana

📍 Midtown West

Em uma tentativa de reacender o interesse no marco de 18 anos, seus proprietários mudaram o local para o sul em escavações mais espaçosas e opulentas. Se a parte alta da Oceana fosse uma embarcação de recreio confortável (projetada para parecer um iate), sua encarnação do centro da cidade – com abajures Brobdingnagianos e superabundância de mármore branco polido – é mais como um transatlântico de luxo. 

Preço: US$85; US$45 para crianças menores de 12
Experimente: Foie Gras e Lagosta


13. Hearth

📍 East Village

O East Village precisava de um Hearth – um lugar sofisticado, porém descontraído, que não era apenas mais um surpreendentemente bom buraco étnico na parede. Contornando a tendência das placas pequenas, a comida saudável é grande, rica e saborosa.

Preço: US$98
Experimente: Mousse de abóbora com compota de amora e nozes temperadas


14. Left Bank

📍 West Village

O chef Laurence Edelman (Barbuto, Mermaid Inn) transformou o espaço Braeburn – agora equipado com um lustre de ferro e ferro forjado vintage, paredes de tijolos pintados de branco e chifres de boi – neste restaurante New American. Espere pratos compostos como tartare de cordeiro com batatas, anchova e queijo parmesão, e brandade crocante com azeitonas e torradas.

Preço: US$80
Experimente: Couve de bruxelas raspada com molho de maçã, erva-doce e nozes


15. Miss Lily’s 7A Cafe

📍 East Village

Se você fechar os olhos, você pode quase ver os ossos da 7A, a cantina 24 horas que distribui conforto na Avenue A e East 7th Street por 30 anos. O bar envolvente e os assentos levantados ainda estão lá, mas as antigas escavações renasceram como uma casa de diversão reggaeton, uma mistura de mesas de leopardo rosa e pisos de espuma de mar quadriculada.

Preço: US$48
Experimente: Jerk peru e molho com recheio de brioche, chutney de cranberry, callaloo e mac & queijo


16. Indian Accent

📍 Midtown West

Só com aparência, o sotaque indiano fica mais próximo do jantar do que do divertimento, todos os cinzas inofensivos e o revestimento escultural – a única semelhança do flash indiano é uma parede folheada a ouro – e seu cardápio é organizado em opções de preço fixo e menu de degustação. Mas então chega um amuse bouche de naan quente imbuído com, o que é isso, queijo azul? Divirta-se, de fato.

Preço: US$95; US$49 para crianças menores de 12 anos
Experimente: Cata-ventos de peru assado com esmalte de tomate sálvia, paneer e pimentão


17. Dirty French

📍 Lower East Side

Este vistoso empreendimento do Ludlow Hotel é o primo parisiense que fuma tabagismo ao paesano de três cartas de Monte Carbone. Um fio vagamente dos anos 80 atravessa a sala de jantar francesa: o hot pink aciona o sinal de néon Dirty Dancing – esque a entrada, uma tonalidade que se repete nos botões dos garçons e depois nas alças gravadas em lucite das facas Laguiole do restaurante.

Preço: US$98
Experimente: Peito de peru assado com blanquette de perna refogada, recheio sujo, couve de bruxelas, molho de cranberry e purê de pommes


18. Parker & Quinn

📍 Midtown West

Um bistrô americano com toques retrô serve pratos regionais de origem local no Refinery Hotel. O Chef Jeffrey Forrest (Soho Grand, o Plaza Food Hall) distribui comida sofisticada: pão de milho com manteiga e manteiga de coentro; mexilhão de vieiras escabeche; e lagostins de pântano vermelho com salsicha andouille e milho doce.

Preço: US$49; US$22 para crianças
Experimente: Peito de peru assado lentamente com cidra de maçã e recheado com brioche e recheio de cebola


19. Katz’s Delicatessen

📍 Lower East Side

Essa cafeteria cavernosa é um repositório da história de Nova York – as celebridades de celebridades do século passado lotam as paredes, e as ofertas clássicas de delicatessen judaicas são incomparáveis.

Price: US$90; US$50 para crianças
Experimente: Uh, é rodízio.

Eventos · Grátis · Passeios

Guia 2018 para o Desfile de Ação de Graças da Macy’s

O desfile da Macy’s no feriado do Thanksgiving é uma das tradições mais lindas de Nova York, e montamos este guia para deixar você por dentro de tudo sobre este dia. Se você estiver pela cidade vale a pena comparecer à festa e curtir um pouco do concurso anual de balões gigantes, os carros alegóricos, palhaços, bandas de marchinha, atores dos espetáculos da Broadway em Nova York e celebridades; sem dúvida é um dos melhores eventos de Nova York em novembro.

Muitos nova-iorquinos assistem de pijama em casa, mas não há nada como assistir à procissão em pessoa. Use nosso guia para conhecer a rota do desfile e obter uma prévia dos balões e carros alegóricos deste ano (ou assistir ao enchimento dos balões no pré-feriado de Ação de Graças).

Também falaremos sobre restaurantes abertos no Dia de Ação de Graças, além de bares e outras atrações festivas em Nova York, para conferir a experiência completa de Nova York. Para uma visita guiada à Parada do Dia de Ação de Graças, clique aqui.

Quando será o Desfile de Ação de Graças da Macy’s?

Thanksgiving Day, of course! But we’ll spell it out for you: Thursday, November 22.

Onde será o Desfile de Ação de Graças da Macy’s?

O desfile começa na 77th Street com a Central Park West e vai descendo em direção Sul até a praça Macy’s Herald Square na 34th Street.

Veja a rota oficial completa no Google Maps.

Poster Oficial do Thanksgiving 2018

A que horas começa o Desfile do Dia de Ação de Graças da Macy’s?

O desfile começa pontualmente às 9h e termina ao meio-dia.

Quem estará se apresentando durante o Desfile do Dia de Ação de Graças da Macy’s?

A lista de convidados musicais e artistas do teatro da Broadway é grande — todos entre personagens de desenhos animados gigantes infláveis — é ganhadora de prêmio Tony e voz de Tiana de A Princesa e Sapo da Disney Anika Noni Rose, Ashley Tisdale do High School Musical , “O Rei da Armadilha” Bad Bunny a banda de rock Barenaked Ladies, a cantora e compositora Bazzi, Brynn Cartelli da NBC The Voice, a estrela do bluegrass Carly Pearce, a lendária Diana Ross and Family, a cantora e compositora britânica Ella Mai, a dupla pop Jack & Jack, o cantor e compositor John Legend, a estrela britânica Leona Lewis, músicos Mackenzie Ziegler & Johnny Orlando, o ícone country Martina McBride, a sensação de acapella Pentatonix, a cantora pop britânica Rita Ora, a banda country Sugarland, os artistas country Tegan Marie e Kane Brown. Para mais artistas, incluindo as bandas de marchinha, palhaços e muito mais, acesse Macys.com.

Marchinhas no Dia de Ação de Graças
Cafés · Meatpacking

A maior Starbucks do mundo será no Meatpacking District

Em 2016 a Starbucks anunciou a abertura da maior Starbucks do mundo, ela será no renovado bairro do Meatpacking District. O novo espaço seguirá o conceito da primeira loja de Seattle, Starbucks Reserve Roastery and Tasting Room, onde os consumidores têm um contato mais próximo com o café.

A combinação de uma instalação de torrefação de café e cafeteria ensinará aos clientes mais sobre a produção de café e as origens de grãos, e encoraja os coffee lovers a interagir com os baristas para desenvolver uma compreensão mais profunda de seu café.

Starbucks Roastery

“Em Nova York, queremos construir algo ainda maior e mais arrojado, celebrando o café e o artesanato de uma maneira completamente única e diferenciada”

–Howard Schultz

A megastore de Manhattan ocupará dois andares do edifício comercial de 16.000 metros quadrados que está sendo desenvolvido pela Vornado Realty Trust e Aurora Capital Associates no antigo local da Prince Lumber, e abrirá suas portas a apenas um quarteirão ao sul do Chelsea Market.

“Em Nova York, queremos extrair elementos do que originalmente criamos e construir algo ainda maior e mais arrojado, celebrando o café e o artesanato de uma maneira completamente única e diferenciada”, disse Howard Schultz, presidente e diretor executivo da Starbucks, em um declaração. “Queremos que essa experiência diga aos nossos clientes que estamos chegando à Broadway.”

A nova Starbucks será na 61 Ninth Ave

“Nossa experiência na Seattle Roastery criou algo que nunca havia sido feito antes, transformando um ambiente de varejo em algo muito além de apenas uma cafeteria e na melhor experiência de varejo de qualquer tipo”, disse Howard Schultz, presidente e diretor executivo da Starbucks.

Compras · Meatpacking · Moda

O Guia Definitivo de Compras no Meatpacking District

Nova York não é nada além de uma cidade cheia de opções, que pode ser tanto uma bênção quanto uma maldição ao tentar classificar os melhores dos melhores do bairro. Elimine as suposições de escolher quais destinos de compras valem o seu tempo (e dinheiro!) Com nosso guia dos melhores lugares para visitar no Meatpacking District.


1. Jeffrey New York

Jeffrey Kalinsky pode ter estabelecido sua primeira butique em Atlanta, mas este acompanhamento, que chegou na distante West 14th Street em 1999, parece em casa no Meatpacking District. Seu design simples (com exceção de uma fonte de trabalho no centro) coloca todo o foco nas roupas e acessórios espetaculares, que vão desde rótulos de alta qualidade como Chanel e Delpozo até favoritos contemporâneos como Alexander Wang e Kenzo.

📍 449 W 14th St, New York, NY 10014
☎️ +1 (212) 206-1272
🔗 jeffreynewyork.com

Jeffrey New York

2. Diane von Furstenberg

Claro, você pode encontrar vestidos e acessórios DVF em muitos pontos espalhados pela cidade – mas essa loja é onde você provavelmente verá a DVF. A sede da designer fica localizada acima da loja da 14th Street, e muitas cenas da Casa da DVF da E! Foram filmadas aqui.

📍 440 W 14th St, New York, NY 10014
☎️ +1 (646) 486-4800
🔗 dvf.com

Diane von Furstenberg

3. The Kooples

A marca francesa cult fez do Meatpacking a sua casa, abrindo em 2014 ao lado da Apple. Ela apresenta roupas masculinas e femininas em muitos tons neutros e iluminados. Suas campanha protagonizam casais reais e verdadeiros.

📍 401 W 14th St, New York, NY 10014
☎️ +1 (212) 524-2773
🔗 thekooples.com

The Kooples

4. Sorel

Em uma cidade onde pilhas de neve e gelo sujos podem revestir as calçadas por meses a fio, ter um destino para comprar um calçado que seja bonitinho e funcional é essencial. E embora Sorel seja conhecida por suas botas de inverno peludo, recentemente adicionou  às suas ofertas: sandálias e roupas para o inverno intenso de Nova York.

📍 345 W 14th St, New York, NY 10014
☎️ (212) 401-6371
🔗 sorel.com

Sorel

5. In Support Of

In Support Of é onde você vai no Meatpacking District para encontrar estilistas pouco conhecidos, muitos dos quais são baseados em Nova York. A boutique também tem seu próprio showroom para apoiar esses designers, e doa uma parte da venda para uma causa de caridade diferente a cada temporada (daí o nome).

📍 342 W 13th Street, New York, NY 10014
☎️ +1 (646) 657-0724
🔗 insupportof.us

In Support Of

6. Stephen F

Esse espaço para homens bem vestidos (como o goleiro do New York Rangers, Henrik Lundqvist) pode ter suas raízes na Suécia, mas a estréia em Manhattan foi tão animada que a primeira coleção primavera / verão em 2016 foi dedicada à cidade de Nova York. Além do que é visível da rua, existe um andar para clientes VIP com uma adega impressionante.

📍 829 Washington St, New York, NY 10014
☎️ +1 (212) 633-9100
🔗 stephen-f.com

Stephen F

7. Anna

As paredes negras e o piso aqui contrastam com o que está por vir: jóias delicadas, incluindo pingentes e outros itens personalizáveis, cercados por flores frescas e manequins vestidos com tutus.

📍 825 Washington St, New York, NY 10014
☎️ +1 (212) 675-4330
🔗 us.annaij.com

Anna

8. Whitney Museum of American Art Gift Shop

Situado no final da High Line está o Whitney Museum, que é o lar de obras de artistas contemporâneos fantásticos, um restaurante de Danny Meyer e (mais importante) uma loja de presentes incrível. Venha aqui para comprar livros de design, acessórios pessoais e domésticos além de muitos itens para presentes.

📍 99 Gansevoort St, New York, NY 10014
☎️ +1 (212) 570-3600
🔗 whitney.org

Whitney Museum of American Art Gift Shop

9. Warby Parker

A Warby Parker começou a vender óculos de qualidade pela internet e hoje está presente em algumas cidades fisicamente. A loja no Meatpacking foi umas das primeiras da marca e uma ótima oportunidade para experimentar os últimos lançamentos da marca.

📍 819 Washington St, New York, NY 10014
☎️ +1 (646) 517-5227
🔗 warbyparker.com

Warby Parker
Meatpacking

Visite os restaurantes e lojas da moda no Meatpacking District

No limite do noroeste do Greenwich Village, o Meatpacking District passou do industrial para a moda. A área servia a cidade com 250 abatedouros em 1900 e, cem anos depois, restaram cerca de três dúzias; hoje, a área se transformou em uma concentração de lojas de alta-costura, entre elas, Stella McCartney, Moschino, Hugo Boss e Diane von Furstenberg, localizadas no trecho da W. 14th Street entre as avenidas 9th e 10th.

Neste mesmo quarteirão, está o Ground Zero Museum Workshop, onde os visitantes podem ver uma centena de imagens e artefatos recuperados depois do 11 de Setembro.

Old Homestead Steakhouse desde 1868

Na esquina noroeste da 9th Avenue com a W. 14th Street, em frente à churrascaria Old Homestead Steakhouse, de 1868, está a maior loja da Apple de Manhattan, com três andares, toda de vidro, com uma escada espiral esplêndida, também de vidro.

Maior Apple Store de Manhattan

Seguindo ao sul na 8th Avenue, você encontrará vários restaurantes badalados, como o pan-asiático TAO Downtown, o bistrô francês Pastis, o espanhol El Faro, e a maior loja da Starbucks do mundo.

Confira o nosso guia de compras no Meatpacking District.

Compras · Grátis · Manhattan · Passeios · SoHo

Google Hardware Store SoHo

A primeira loja pop-up que o Google abriu em Nova York foi 2016, o sucesso foi tanto que ganhou um endereço fixo no coração do SoHo e um novo nome. Há poucas quadras da loja antiga que ficava na Spring Street você vai encontrar a Google Hardware Store.

Google Hardware Store no coração do SoHo

Aqui você pode experimentar os produtos do Google como o novo Pixel 3, Google Home e a realidade virtual Daydream VR. O espaço ainda não vende ainda os produtos, serve mais como um lugar de contato com os consumidores e eventos relacionados aos produtos.

Um dos eventos que participamos foi o passeio Team Pixel Walk, onde cada pessoa pega o seu celular Google Pixel e tem um tour guiado pelo bairro e dicas de como fotografar melhor com o seu celular.

Quando vier para o SoHo para bater pernas nas lojas da região não deixe de passar na loja mais instagramável do momento.

Oi Google 🙂
Bicicleta para fotos em frente à loja do Google

Google Hardware Store SoHo

📍 Endereço
131 Greene St
New York, NY 10012

🚇 Metrô
B, D para E Houston St-Lafayette St.
R, W para a Prince St.

🕐 Horários
Segunda – Sábado das 11h às 20h
Domingo 11h to18h

📧 E-mail
hardwarestoreNYC@google.com

🔗 Links
store.google.com


CRÉDITOS 
@yujieigstyle
@thestylishmuse
@georgiabenj
@newlyweds_mary
@setcreative
@pattymartininyc
Falafel · Israelense · Restaurantes · Vegetariano · West Village

As opções do restaurante israelense Taïm em Nova York

Embora o Taïm tenha uma aproximação de gourmet da cozinha do Oriente Médio, isto mal afetou os preços. O falafel é a especialidade aqui, enrolada em bocados pequenos e firmes. As opções são variadas: verde, com hortelã, salsinha e coentro; pimenta vermelha tostada; e harissa, uma versão tunisiana temperada com páprica e alho.

Um sanduíche custa $5 dólares e vem acompanhado de tahini e hummus caseiro.

Tudo é fresco, feito diariamente, mais do que justificando o nome deste local; taïm que em hebreu significa “delicioso”.


Taïm

📍 Endereço
222 Waverly Place
entre a Perry St. e W. 11th St.

🚇 Metrô
1, 2, 3 para a 14th St.

🕐 Horários
Diariamente, das 11h às 22h

☎️ Telefone
+1 (212) 691-1287

🔗 Links
www.taimnyc.com
instagram.com/taimfalafel


CRÉDITOS
@meltingbutterdotcom
@brooklynismyboyfriend
@jews_of_ny
@obese.olive
Lower Mahattan

Tweed Courthouse

Ao norte do City Hall Park, fica um tribunal de mármore de três andares, muitas vezes confundido com o City Hall. O edifício, oficialmente é chamado de Old New York County Courthouse, é muito estimado, e seus interiores estão entre os melhores da Nova York de meados do século 19. 

William M “Boss” Tweed

Mas quando foi terminado em 1878, as críticas não foram tão generosas, e passou a ser conhecido como Tweed Courthouse, o nome de um político corrupto que entrou para a história.

Um relato descreveu o edifício como “um labirinto soturno de aposentos sem atrativos”. As críticas desfavoráveis talvez refletissem a frustração do público, já que a construção demorou 20 anos e custou quase 13 milhões de dólares, 50 vezes o preço estimado originalmente.

Acredita-se que dois terços dessa quantia foram desviados para o bolso de William M “Boss” Tweed e seus amigos.

Old New York County Courthouse

Tweed Courthouse

📍 Endereço
52 Chambers St, New York, NY 10007

🕐 Horários
Precisamos atualizar

☎️ Telefone
+1 (718) 935-2000

🚇 Metrô
4, 5, 6 para Brooklyn Bridge;
R para City Hall;
2, 3 para Park Place.

Lower Mahattan

City Hall e arredores

O City Hall Park já foi pasto para vacas. Hoje é uma área ajardinada que circunda a prefeitura ou City Hall – construída em estilo federal. No gramado, a estátua do patriota Nathan Hale, de Frederick MacMonnies, é um lembrete dos protestos dos americanos contra o domínio britânico. Para uma experiência libertadora, atravesse a rua até a ponte do Brooklyn, com as amplas passagens de madeira para pedestres e bicicletas e veja a paisagem, de norte a sul.

Mesmo que seja um estranho em Nova York, é provável que você reconheça o City Hall. É naqueles degraus que o prefeito cumprimenta heróis e dignitários e lhes confere as chaves da cidade, uma cena muito transmitida nos noticiários. 

Fonte do City Hall Park
Fonte do City Hall Park

O City Hall também foi palco de celebrações e manifestações públicas. É ali que geralmente terminam as paradas que partem do Battery Park e seguem pela Broadway sob chuvas de papel, uma tradição que começou em 1886, quando funcionários atiraram fitas de teletipo pelas janelas durante um desfile que celebrava a inauguração da Estátua da Liberdade.

Embora bem-situado no meio do City Hall Park, os arquitetos John McComb Jr. e Joseph François Mangin construíram o edifício voltado para o sul. Naquela época, em 1812, ninguém achava que a cidade se estenderia muito para o norte.

Ao entrar, veja no lobby uma cópia em bronze de uma estátua de George Washigton, feita com o modelo vivo, pelo escultor francês Jean-Antonie Houdon.

O Governor’s Room, antes usado pelo governador nas visitas à cidade, hoje é um museu que exibe a escrivaninha de George Washigton. A coleção de pinturas inclui um quadro de Washington no Dia da Evacuação, de 1783, pintado por John Trumbull, um importante pintor histórico, além de obras de John Wesley Jarvis, que retratou os heróis da Guerra de 1812, Samuel F. Morse, inventor do telégrafo, cujo retrato de Lafayette foi feito durante o retorno do marquês ao país, em 1824, e George Catlin, mais tarde conhecido por suas pinturas do Oeste e que pintou o retrato de DeWitt Clinton.

O African Burial Ground é um lugar realmente inesperado em Nova York.

É considerado o projeto arqueológico urbano mais importante dos Estados Unidos.

A nordeste do City Hall, perto de Park Row, a estátua de Horace Greeley, do artista J. Q. A. Ward, mostra o editor sentado, com um jornal sobre o joelho direito. Durante anos, Park Row foi o centro jornalístico de Manhattan. Para saber das notícias, passear e ver exposições explicativas, visite o NYC Heritage Tourism Center na extremidade do parque, entre Vesey Street e Barclay Street.

Outros locais para explorar

Ali perto, na 31 Chambers Street, fica a Surrogate’s Court ou Hall of Records. Terminado em 1911, o edifício em estilo beaux-arts é adornado com esculturas.

Philip Martiny fez os entalhes da fachada, inclusive uma fileira de prefeitos abaixo da cornija da Camber Street e os dois grupos que flanqueiam a entrada, “New York in Its infancy” e “New York in Revolutionary Times”. A torre do Municipal Building, esquina entre Centre St. e Chambers St., de 1914, é encimada pela maior estátua de Manhattan, “Civic Frame”, com 7,5 metros de altura, de Adolph Weinman.

Outras dicas na região
👉 Tweed Courthouse

Caminhe um quarteirão a oeste da Centre Street até a Elk Street e vire à direita. Dois quarteirões ao norte está o African Burial Ground, esquina entre Duane Street e Elk Street. Restos humanos desenterrados, em 1991, por trabalhadores que faziam escavações na Broadway e Duane revelaram um cemitério de 2 ha, onde 20 mil afro-americanos foram enterrados entre 1712 e 1794. A descoberta chamou a atenção para o grande número de escravos e libertos africanos do século 18. As revoltas de escravos de 1714 e 1741 foram brutalmente reprimidas, seus líderes foram executados e supostamente enterrados ali.

African Burial Ground
African Burial Ground

New York City Hall

📍 Endereço
City Hall Park, New York, NY 10007

🕐 Horários
Dias úteis das 9h às 17h
Fecha aos sábados e domingos

☎️ Telefone
+1 (212) NEW-YORK

🚇 Metrô
4, 5, 6 para Brooklyn Bridge;
R para City Hall;
2, 3 para Park Place.

🔗 Links
nyc.gov